inicjalization...led banner

quinta-feira, 22 de março de 2012

Salvem nossas crianças!

Crianças, Adolescente e Lideranças da
              Comunidade Boqueirão dos Vieiras
A violência contra crianças e adolescentes é considerada um fenômeno social global que prevalece no cotidiano da sociedade atual, considerada um problema que perpassa as diferentes classes sociais, culturas, relações de gênero, raça, etnia, e está presente em todas as áreas e situações de desenvolvimento das relações humanas.

Manoel Junior - Conselheiro Tutelar

Iracy - Conselheira Tutelar

Dra. Patricia - Assistente Social - Secretaria de Assistência Social
Palestra sobre Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescente
Conselheiros Iracy e Manoel Junior e a Assistente Social Dra. Patricia. 



Piedade - Representante da PLAN.


Equipe da PLAN na comunidade

Diante da problemática violência, enfatizamos a violência sexual praticada contra criança e adolescente, é necessário destacar as duas formas que a violência sexual apresenta de acordo com Faleiros (2000) a primeira se apresentam como, abuso sexual intrafamiliar e extrafamiliar que consiste na “coisificação” da criança onde esta é utilizada para gratificação sexual de outrem baseado numa relação de poder. Enquanto a segunda, consiste em exploração sexual, onde a criança é submetida a prática sexual com dimensões comercial, ou seja, para fins lucrativos.

No dia 18 de Maio é realizado a Mobilização Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração sexual de crianças e adolescentes, esta data foi escolhida, em homenagem à pequena Araceli Cabrera Crespo, natural de Serra do Estado do Espírito Santo.

Com apenas 08 anos de idade, a garotinha foi para escola e não mais voltou, seu corpo foi encontrado seis dias depois. Após as investigações policiais e segundo a promotoria do caso, no dia 18 de maio de 1973, foi comprovado que a menina, depois da escola, pegou carona com “amigos” de seus pais, que a mantiveram em cárcere privado por dois dias. Os acusados, sob efeito de barbitúricos, teriam lacerado a dentadas os seios, parte da barriga e a vagina da menina, a teriam drogado, estuprado e assassinado, mantiveram o corpo sob refrigeração, um ácido corrosivo foi jogado para dificultar a identificação do cadáver, e jogaram os restos mortais da menina num terreno.

Portanto, a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Conselho Tutelar da Cidade de Codó-MA, ao longo da atual gestão, tem intensificado seus trabalhos voltados a prevenção e combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. E neste ano de 2012, nossas ações se iniciaram na Comunidade Boqueirão dos Vieiras, onde estiveram presentes cerca de 100pessoas, dentre pais, professores, jovens , crianças e adolescentes. Oportunidade que tivemos de levar aquela localidade, informações a cerca dos cuidados que todos devem ter na proteção de seus filhos, os riscos psicossociais que ocasionam ás vítimas, as consequências futuras e as sanções penais que as pessoas estão sujeitas por permitirem ou abusarem de nossas crianças e adolescentes.

Quantas Araceli será preciso aparecer para termos consciência que esse crime acontece todos os dias?

Por isso, ao perceber algo estranho acontecendo com alguma criança, não espere acontecer o pior, denuncie o mais rápido possível.

DISQUE 100 ou vá ao Conselho Tutelar, seu nome será mantido no mais absoluto sigilo.

Abuso e Exploração sexual contra crianças e adolescentes é crime e dá cadeia.

Texto:
Patrícia de Brito Gadêlha
Diretora/Assistente Social do Departamento Proteção Social Especial.
Codó-MA

Um comentário:

  1. Patrícia Gadêlha23 de março de 2012 19:05

    Obrigado pela oportunidade de estarmos unidos em prol de nossas crianças e adolescentes..

    ResponderExcluir